Sábado, 25 de Março de 2006

A CHEGADA DAS ANDORINHAS



Disse-me alguém, com sorte, que as avistou: chegaram as andorinhas. Chegam do Sul, rumo ao Norte. Por aqui param para nidificar e procriar. São o primeiro sinal seguro da Primavera.

Despenteei-me já, mercê duma andorinha
Que na cabeça me passava p'la tardinha

escreveu o Alexandre O'Neill

e já antes, o gigante Bordalo a elas se dedicara. Estas são dele e são as únicas que por cá ficam todo o ano: na Tabacaria Mónaco, no Rossio, em Lisboa, precisamente.
publicado por umacasaportuguesa às 00:48
link do post | Comentar | favorito
|
1 comentário:
De PAUL a 31 de Outubro de 2006 às 18:53
Há algum tempo atrás fui a Barcelos e lá encontrei muitas andorinhas e o n/ Sto. António muito parecidos com os que estão à venda. Até me apeteceu plagiar a v. ideia.
São mesmo a fazer lembrar o passado.
Uma ideia, porque não fazer uma caixinha só com os brinquedos antigos + conhecidos: o TÁXI da Pepe; o FOGÃO ou a tábua de emgomar em folha de flandres, Jogos da Majora?! É só uma ideia.
Está mto. giro o site.


Comentar post

Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Arquivo

Outubro 2006

Março 2006

Últimos Tópicos

BORDADO DE PAREDE

A CHEGADA DAS ANDORINHAS

Procurar Tópicos

 

subscrever feeds

blogs SAPO